(49) 99811-5023

NO AR

Rádio Emy10

emy10.com.br

Brasil

Sul do Brasil tem quase 50% da população com insegurança alimentar

Publicada em 20/06/2022 às 08:11h - 38 visualizações

por


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Cerca de 48% da população da região sul do Brasil é atingida por algum nível de insegurança alimentar. Ou seja, quase metade dos moradores de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul não têm alimentação adequada. Apesar do alto número, a região é a menos impactada no país.

 

Entre 2013 e 2022, houve aumento gradativo de todos os níveis de insegurança alimentar na região. Enquanto há nove anos o Sul apresentava 14,9% das famílias em situação de fome, o percentual atingiu quase metade da população total em 2022 — o que significa um aumento de 33,1% . Os dados são da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar do Brasil.

Os estados do Norte são os que mais sofrem com a fome extrema, segundo a pesquisa. Na região, residem aproximadamente 17,5 milhões de pessoas e pelo menos 71% delas são atingidas pela falta de acesso a alimentos.

 

De acordo com o que explicam especialistas ouvidos pelo Diário Catarinense, a segurança alimentar é determinada pela renda mensal da população, condições socioeconômicas e fácil acesso a serviços públicos e mecanismos de proteção social - fatores que apresentam bons indicadores na Região Sul. Por isso, é esperado que a localidade tenha situação melhor do que outras, segundo a professora do Departamento de Nutrição da UFSC, Cristine Garcia Gabriel, e a estudante de doutorado no fortalecimento da segurança alimentar e nutricional, Milena Corrêa Martins.

 

O estudo aponta ainda que o país apresenta atualmente cerca de 33 milhões de pessoas sem ter o que comer diariamente, quase 14 milhões de pessoas a mais do que em 2020. 

 

Entenda como é analisada a insegurança alimentar

 

Insegurança alimentar leve: há preocupação ou incerteza quanto ao acesso aos alimentos no futuro, queda na qualidade dos alimentos por conta de estratégias para não comprometer a quantidade de alimentos

Insegurança alimentar moderada: redução quantitativa no consumo de alimentos para adultos

Insegurança alimentar grave: redução de alimentos também entre as crianças. Nessa situação, a fome passa a ser uma experiência vivida no lar

 

No Sul, 26,5% possui insegurança alimentar leve, 11,8% moderada e 9,9% grave.

 

Falta de água

Além da falta de alimentos, tem muitos brasileiros sem acesso adequado à água. No sul do Brasil, pelo menos 33,5% da população não possui acesso hídrico adequado.

 

Segundo o que explicam os especialistas, é preciso políticas específicas de abastecimento estrutural no combate às mudanças climáticas, de proteção aos recursos hídricos e de regularização do uso de mananciais.

 

Cerca de 12% da população brasileira sofrem com a falta de água. O norte do país segue sendo a região mais impactada — 48% da população tem restrição de acesso.

 

Fonte(s): NSC




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Enquete
Que estilo musical você curte mais atualmente:

 Bandinha?
 Pop Internacional?
 Pop Nacional?
 Sertanejo?







.

LIGUE E PARTICIPE

(49) 3363-0214

Visitas: 12681662
Usuários Online: 2302
Copyright (c) 2022 - Rádio Emy10 - Rádio Emy10 - GNA Comunicações